sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Capiba

Lourenço da Fonseca Barbosa

Mais conhecido como Capiba, nasceu em Surubim, 28 de outubro de 1904 e faleceu em Recife, 31 de dezembro de 1997. Foi músico e compositor brasileiroe tornou-se o mais conhecido compositor de frevos do Brasil. Filho de uma família de músicos (o pai foi maestro da banda municipal de Surubim), e aos oito anos de idade já tocava trompa. Ainda criança mudou-se com a família para o estado da Paraíba.

Aos 20 anos de idade gravou seu primeiro disco e, com 26 anos de idade, mudou-se para o Recife. Aprovado em concurso, tornou-se funcionário do Banco do Brasil. Em 1938 formou-se em Direito, mas nunca seguiu carreira.

Capiba escreveu mais de 200 canções, em sua maioria de frevo, mas também de samba e música erudita. Várias são sempre lembradas nos carnavais de Pernambuco.

Uma de suas canções carnavalescas mais famosas é É de Amargar. Ela foi vencedora de um festival de frevo em Pernambuco, em 1934. Entre outros prêmios, em 1967 conquistou o 5° lugar no Segundo Festival Internacional da Canção, com a música São do Norte os que Vêm.

A estátua

A estátua "quase presa"
O frevo que mais gosto:

Voltei Recife
Composição: Capiba

Voltei, Recife
Foi a saudade
Que me trouxe pelo braço
Quero ver novamente "Vassoura"
Na rua abafando
Tomar umas e outras
E cair no passo
Cadê "Toureiros"?
Cadê "Bola de Ouro"?

As "pás", os "lenhadores"
O "Bloco Batutas de São José"?
Quero sentir
A embriaguês do frevo
Que entra na cabeça
Depois toma o corpo
E acaba no pé

Agoram me digam, é justo prender a estátua exatamente no Carnaval?

Fontes: Wikipédia/ecosdapoesia.net/jc.uol.com.br

13 comentários:

Wlady disse...

Nossa, que injustiça!
bjs

Suelly Marquêz disse...

Rita, não liga não!
Depois do carnaval tudo volta como era antes . Mas esta Recife é mesmo a minha diferença(eu aqui das Minas me encantei com esta Veneza)
Bom fim de semana,amiga!
SuellyMarquêz

Patrícia disse...

Oi Rita!
Acho q não... afinal faz parte da história...
Bjos

Talma disse...

Ummm...mais um lugar bonito e com história idem, para eu visitar, quando decidir conhecer Recife!

Talma disse...

Ah, e não fique tristinha por ele estar "preso" ali. Pense que é uma forma de protegê-lo dos vândalos que se soltam no carnaval.
Beijocas!!!

HAZEL disse...

Oi Rita.
Obrigada por pensares em mim! Gostei muito.
Então e a tua plantinha, como ficou?

Beijos mágicos e boa semana!

Janice disse...

Passei para desejar uma boa semana.
Beijo :)

disse...

Liga não minha linda, quando passar o carnaval tudo volta normal.
Se todos tivessem mais conciência nada disso aconteceria.
Recife me encanta, acho que que já disse isso...
Beijos minha linda que a sua semana seja de muita paz e amor!

Janice disse...

Tem um selinho no meu blog para você.
Beijo :)

Patrícia disse...

Rita, tem selinho p vc no meu blog!
Bjos

Cristiane A. Fetter disse...

Ritaaaaaaaaaaaaaa, conta como está o carnaval aí.
bjks

Edna Fadinha disse...

Concordo com as meninas.O pessoal no carnaval as vezes passa dos limites.É só um meio de proteger a estátua.
Bjs

Márcia disse...

Selinhos pra vc viu !!! Pega lá !!!
Beijim